Posfácio #09 – Pra onde vai o amor?

Conhecia o trabalho do Carpinejar por tudo o que ele disponibiliza no blog, instagram e o programa A máquina, da tv Cultura. O programa não está mais no ar, porém algumas entrevistas se encontram no youtube. Hoje, por vezes, me deparei com ele comentando assuntos diversos  no programa da Fátima Bernardes, o que sempre me leva a questionar o que ele está fazendo ali… Deixando essas coisas de lado, vamos falar sobre o livro.

Uma reunião de crônicas, algumas já estão liberadas na coluna do ZeroHora. Porém, como elas foram posicionadas e escolhidas, sua ordem, fala muito sobre o título do livro. Ele traça um caminho sobre o amor. Pra o Carpinejar, o amor começa devoto, ele começa em devoção não só pelo outro alguém, mas também pelo que eu posso fazer por esse outro alguém, depois ele vai se apegando se acostumando se aninhando, tomando lugar, sendo um corpo só. Então vem as fases, tem dias que tem mais manias, tem dias que se estranha. Tem raiva das manias e sente falta das mesmas durante a ausência.

O livro não quer responder o destino do amor, ele quer mostrar que o amor vive em movimento, ele anda, se modifica, muda, continua, se torna adequado e se deixa ir. O amor nem sempre quer responder a si mesmo, quanto mais nos responder sobre o seu destino.

Depois irei falar sobre outros livros do Carpinejar, ele ficou com lugar cativo nas minhas leituras.

Pra onde vai o amor?
Fabrício Carpinejar
Editora Bertrand Brasil
2015

para_onde_vai_o_amor_carpinejar_sea_01
Fonte: Segredo Entre Amigas
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s